SEO para WordPress

Você usa o WordPress para seu blog e quer saber qual a melhor forma de fazer SEO para WordPress? Eu gosto de escrever sempre que possível e compartilhar conhecimento com as pessoas através do meu blog. Há muitos anos escolhi o WordPress como plataforma de escolha para blogar, por ser um CMS bem completo e amplamente adotado, o que me traz muitas vantagens como a variedade de plugins disponíveis, hostings adequados e assim por diante.

Mas como otimizar o WordPress da melhor forma possível tendo o SEO (search engine optimization) em mente? A verdade é que, sendo uma plataforma bem flexível, o WordPress tem também algumas questões em como trata os itens publicados, criando cópias múltiplas de algumas das suas áreas, por exemplo, o que pode prejudicar a sua otimização para resultados de busca orgânicos.

Existem diversas formas de fazer o SEO para WordPress, vou compartilhar as minhas preferências sobre esse assunto, para servir de referência para quem quiser configurar da mesma forma.

Definições de SEO para WordPress

Otimize pensando no seu usuário

O grande segredo do SEO sempre foi pensar no seu usuário, ou seja, criar o blog de forma a proporcionar a melhor experiência de uso para quem está lendo. Tudo o que for fazer, pense dessa forma: fazendo como estou pensando vou facilitar a vida dos meus leitores? Vou oferecer um conteúdo de ainda mais qualidade? Vou facilitar que eles encontrem as informações de forma intuitiva?

Nunca esqueça isso: as ferramentas de busca são tão boas quanto a habilidade delas em exibir conteúdo que seja de fato relevante e de fácil uso para quem busca. Então para que seu site ou blog esteja bem posicionado nos resultados orgânicos, ele necessariamente precisa cumprir o papel de trazer conteúdo relevante e de qualidade, e com uma experiência de uso adequada.

Configurar Permalinks para SEO em WordPress

Uma das primeiras coisas que faço quando instalo um novo blog WordPress é alterar a estrutura de permalink. Eu particularmente gosto de usar somente a slug do post como URL padrão (ou seja: %postname%).

Você pode configurar o permalink em Configurações >> Links permanentes, através do Painel do WordPress:

Configuração de permalinks para SEO no WordPress

Basicamente eu uso permalink apontando para postname porque se eu alterar a categoria o link do artigo continua o mesmo e porque eu não gosto de prender o usuário a entender um post sempre como ligado a uma categoria, pois um mesmo conteúdo pode ter mais de uma aplicação. Então apesar de organizar os posts (artigos) em categorias dentro do site para facilitar que os usuários os encontrem, em termos de URL eu não ajo assim.

Algumas pessoas defendem que ao usar uma estrutura de categoria + postname (que seria /%category/%postname%/) você tem uma maior densidade de palavras-chave na URL, mas eu particularmente não dou preferência a essa abordagem.

 

Configurações gerais do WordPress

Você também precisa dar um título e sub-título ao seu site. Essa configuração você encontra em Configurações >> Geral.

Muitos templates (temas) usam o título e sub-título como H1 e H2 da página principal, respectivamente. Então escolha com carinho as informações que irá entrar, tenha seu usuário em mente, refletindo de fato sobre o que o blog se trata.

Faça boas escolhas

Você vai ter grandes vantagens em termos de SEO se fizer boas escolhas, com seu usuário final em mente. Pense sempre nas melhores práticas e coloque-as para acontecer em seu blog.

Algumas das escolhas que fiz dizem respeito a usar um tema bem escrito em termos de código, um bom servidor de hospedagem, que seja capaz de entregar meu site de forma rápida, além de usar SSL (https) para aumentar a segurança do meu site.

Em um mundo tão competitivo, os detalhes fazem diferença.

Usando o Yoast SEO

Eu uso o plugin “WordPress SEO”, do Yoast para fazer o SEO do meu blog WordPress e venho usando há muitos anos na verdade. Acho um excelente plugin e me dá toda a flexibilidade que preciso.

Grande parte desse artigo está focado em como eu configuro o plugin do Yoast, já que é através dele que eu faço a maior parte das configurações de SEO que uso em meu blog feito em WordPress. Vou focar somente nas áreas do plugin em que faço alterações significativas, que farão diferença nos seus resultados de SEO, ok?

De qualquer forma, mesmo que você use outro plugin, você pode aprender os conceitos que exponho aqui, só deve mudar o caminho para colocar em prática, mas o pensamento por trás é o mesmo.

SEO de Títulos de Páginas e Posts para WordPress

Por padrão o Yoast pega o nome do post ou página + o nome do site para criar o título da página. Eu não gosto de usar o título do site por padrão em tudo. Se você tem um blog institucional ou uma marca forte que quer que apareça sempre nos títulos, não altere essas configurações padrões, mas se você é como eu e quer que como padrão ele pegue o título que você definir para cada página ou post, faça a alteração, removendo %%sitename%% das opções.

Você vai encontrar essas configurações em SEO >> Títulos & Metadados >> Tipos de Posts.

Otimização de Título de Posts e Páginas - Original

A configuração original para títulos de posts e páginas

Minha configuração de título de Posts e Páginas

Minha configuração de título de Posts e Páginas

Eu apenas mantenho %%sep%% %%sitename%% para a opção Mídia, que fica mais abaixo nessa mesma tela.

Otimização de Títulos e Metadados do Yoast SEO – Autor

Como expliquei no início desse artigo, devido a forma como o WordPress é originalmente estruturado, alguns dos seus conteúdos podem terminar sendo considerados duplicados pelos mecanismos de busca como o Google.

Essa área você vai encontrar em SEO >> Títulos & Metadados >> Arquivo.

No caso do meu blog, só eu mesma sou a autora, então eu até mesmo desabilito a opção (o que redireciona a página de autor para a página inicial do site). Mas mesmo que tenha mais de um autor, eu normalmente não permito a indexação de arquivo de autor, já que ter a página de autor indexada seria a mesma coisa que ter a página inicial do site indexada.

Configuração de Arquivo de Autor para SEO no WordPress

 

Eu uso essa mesma configuração para “Date archives”, porém deixo habilitado, apenas marco a opção de não indexar nesse caso.

Configurações de arquivos de data para SEO no WordPress

Otimização de Sub-páginas de arquivos

Eu também não gosto de permitir a indexação de sub-páginas de arquivos, pelo risco de duplicar conteúdo já existente em outros locais (se o Google seguir minha home page, ele vai encontrar o mesmo conteúdo que das páginas internas dos arquivos, por isso essa escolha).

Essa opção você vai encontrar em SEO >> Títulos & Metadados >> Outros. Basta selecionar a opção “noindex” para “Subpages of archives”.

Otimização de Tags

Particularmente não faço uso de tags, mas mesmo que você faça eu recomendo não indexar essas páginas. Isso porque você já vai indexar as categorias e o conteúdo já vai ser encontrável, não vejo motivo para correr risco de duplicar conteúdo ao permitir que as tags sejam indexadas.

Você pode fazer essa alteração em SEO >> Títulos & Metadados >> Taxonomias. Aqui também basta selecionar “noindex” na opção “meta robots” na área “Tags”.

Otimização do XML de Sitemap

O plugin de SEO para WordPress do Yoast cria um sitemap XML automaticamente para seu blog, portanto você não precisa usar outro plugin com essa funcionalidade. Aliás, evite ter vários plugins instalados em seu blog WordPress de forma desnecessária, para não deixar o carregamento do seu site mais lento.

Encontre essa opção em SEO >> Sitemaps XML >> Taxonomias.

Como eu desabilitei a indexação das Tags, eu removo as mesmas do sitemap, já que não faria sentido tê-las por lá. É a única alteração que faço atualmente nessas opções do plugin.

Configurações do XML de Sitemap para SEO no WordPress

Opções diversas do Yoast

Ao instalar e usar o Yoast você vai ver que ele tem opções como validar o código do Google Search Console, definir se seu blog é pessoal ou de uma empresa e assim por diante. Essas áreas são bem intuitivas e acredito que você vai conseguir usar sem problemas mas, caso tenha alguma dúvida sobre elas, deixe um comentário abaixo que respondo te ajudando.

A qualidade do seu blog é a chave para o SEO

Não sou eu quem está dizendo e sim o Google, constantemente. A própria empresa nos fala com frequência sobre as melhores práticas e sobre como devemos sempre fazer conteúdo de qualidade para o nosso público, e não pensando somente na tecnologia dos mecanismos de busca.

Sempre fui a favor dessa abordagem e mesmo quando comecei a trabalhar com SEO em 2004 (relíquia: veja essa entrevista que dei sobre SEO em 2007) eu já advogava a favor de fazer um bom site com excelente conteúdo e estrutura tecnológica. Mantenho o mantra!

Deixe uma Resposta