Xícara de café com teclado ao lado

Google Gadgets: wigdets na propaganda online

Vou falar um pouco sobre os Gadgets do Google: um novo formato de anúncio, que me lembra muito os widgets, só que voltados para a propaganda online.

O Google continua solidificando sua presença no mercado publicitário mundial, apresentando soluções inovadoras e indo além: suas soluções são práticas e funcionam. Resultados: é o que os anunciantes querem. As agências também estão ganhando com isso, pois estão passando a ter mais liberdade criativa, através dos novos formatos oferecidos.

Os Gadgets não são assim tão novos, mas a princípio o foco do blog era SEM, então agora resolvi englobar de vez diversos assuntos interessantes do web marketing (e até além, vou começar a falar de mobile aqui também, já que é um assunto que me empolga demais).

Para quem não conhece tanto os serviços de publicidade do Google, vou tentar explicar o básico. Existem dois produtos principais que servem como base para que tudo funcione: o Google AdWords e o Google AdSense. O Google AdWords é a plataforma para anunciantes, através da qual eles criam e gerenciam suas campanhas no mecanismo de busca e na rede de conteúdo e parceiros. Já o Google AdSense é uma plataforma para editores de conteúdo, ou seja, para pessoas e empresas que possuem websites e desejam exibir anúncios do Google, recebendo uma porcentagem do valor que o Google ganha com os anúncios.

Eu utilizo ambos. Tenho contas de clientes no AdWords, possuo minha certificação de profissional AdWords do Google, mas também sou editora de conteúdo que utiliza o Google AdSense e, como tal, preciso dizer que realmente trás excelentes resultados para os donos e administradores de website. Como tudo na vida, é preciso estudar um pouco sobre o AdSense e suas possibilidades e estar sempre otimizando e aprimorando o posicionamento e formato dos anúncios exibidos em suas páginas. Este é outro assunto que vou começar a abordar em breve aqui no blog.

Voltando aos Gadgets: achei interessante falar sobre eles porque ultrapassam um pouco o conceito de rich media. É como se dessem um passo além, algo mais completo e interativo. Com o uso do Google Gadgets, é possível fazer espécie de sites dentro de sites. Os formatos são aqueles padrões do AdWords gráfico (porque os anúncios são exibidos nos sites parceiros), então a variedade é grande.

Para mim, essas são as grandes vantagens do Google Gadgets:

  • Interatividade: integração de feeds, vídeos, som, imagens, mapas, Flash, HTML, JavaScript. É possível, literalmente, criar um mini-site dentro deste formato;
  • Cobertura: a rede de conteúdo do Google é muito grande, o que torna ainda mais interessante anunciar. De acordo com a empresa, alcançam 75% dos usuários únicos da Internet mundial atualmente, através da rede de conteúdo;
  • Possibilidade de ligação com a marca: os Gadgets podem ser adicionados ao iGoogle, por exemplo, gerando uma ligação mais forte com a marca do anunciante. Assim, as agências podem pensar em fazer algo útil ou divertido, incentivando o público atingido a manter o anúncio sempre por perto;
  • Economia de tempo: uma vez criado e submetido o anúncio, ele passa a rodar na rede de conteúdo do Google e, caso precise de alguma alteração, basta resubmetê-lo e ele muda automaticamente em todos os sites em que se está anunciando. É uma grande economia de tempo pois, como sabemos, os diferentes veículos costumam ter formatos e exigências diferenciados;
  • Relatórios: clientes estão sempre preocupados com o retorno e, como muitos de nós já sabemos, o Google faz um excelente trabalho de métricas, exibindo dados muito úteis. Por ser um tipo de anúncio ligado ao AdWords, os relatórios continuam existindo e “trackeiam” uma série de ações dos usuários. É importante lembrar que o tracking é feito enquanto a peça está rodando. Se um usuário salvar o Gadget, adicioná-lo ao iGoogle etc, deixa de ser possível monitorar suas ações;
  • Custo: os Gadgets são precificados em sistema de leilão, o que gera um preço justo de acordo com a competição. Podem ser pagos em CPM ou CPC. Mais uma grande vantagem!

Alguns exemplos de Gadgets: http://www.google.com.br/adwords/gadgetads/gallery.html.

Para quem quiser saber mais: http://www.google.com.br/adwords/gadgetads/.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.