5 plantas coloridas

Comunicação digital e a fome dos consumidores

A comunicação digital está em um momento decisivo. Digo isto porque com a tão comentada crise mundial as empresas estão pensando 10x mais antes de investir em publicidade, procurando o melhor mix para acertar os consumidores, que estão com a capacidade de compra afetada. É a hora de mais uma vez mostrar o valor!

Comunicação digital não é banner em uma tela de browser já conhecido. Os formatos são diversos: celulares, palms, notebooks de todos os tamanhos, telas digitais interativas, música digital, vídeo digital…tudo é meio! Tudo é passível de comunicar!

Os consumidores digitais querem mais, sempre! A propaganda descritiva tem espaço quando buscada ativamente pelos consumidores. Ao ver e interagir com algo interessante, ele mesmo vai digitar no Google (ou qualquer outro buscador, claro) o nome do produto, buscando informações sólidas e completas. O site da empresa deve estar bem completo e atualizado (além de obviamente estar aparecendo nos buscadores), caso contrário o usuário chegará a informações em sites terceiros, nem sempre verídicas.

Ele vai também procurar um vídeo review do produto, no YouTube talvez e mais uma vez se sua empresa não estiver lá, alguém estará.

Depois vai as comunidades do Orkut e fóruns de discussão checar a opinião dos outros compradores, comparar produtos em comparadores de preço e assim por diante.

Mas afinal, o que dará início a esse processo de busca por informações que já sabemos fazer parte da rotina dos consumidores, cada vez mais exigentes? Um anúncio de televisão? Pode ser que sim. Ou então…

Um game interativo, como o criado recentemente pela Fanta?

Um aplicativo de Orkut, como este criado pela OMO?

Aplicativo OMO para Orkut

 

O que precisamos entender? Está na hora de oferecer um benefício real aos nossos clientes! Propagandas bonitinhas ainda têm espaço, mas está cada vez mais reduzido. A era da comunicação através do entretenimento nunca esteve mais viva! O cliente quer interação, quer falar de volta, quer tocar, brincar, testar sua marca, quer compartilhá-la com seus amigos e quem ganha é você (desde que faça bem feito, claro). É ora de ousar!

Já dizia a música dos Titãs: “A gente não quer só comida / A gente quer comida, diversão e arte”.

Feliz 2 mil INOVE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.