Mesa com cadernos e canetas

SMX São Paulo 2008 – breve resumo

Meu objetivo com esse post é fazer um breve resumo do evento Search Marketing Expo, ocorrido em São Paulo dias 7 e 8 de Agosto. O Search Marketing Expo é um respeitado evento internacional, visto como o maior do mundo em termos de search engine marketing (ou marketing para buscadores, se assim preferirem) e a edição da semana passada foi a primeira feita no Brasil.

Não assisti a todas as palestras, infelizmente, até porque ocorriam duas simultaneamente durante todo o evento. Mesmo assim, fiquei no evento quinta-feira quase o dia inteiro e na sexta só pude ir no horário do painel que participei (Os jovens, os buscadores e as redes sociais). Ainda assim, deu para ter uma visão geral do evento que foi muito interessante e ao mesmo tempo deixou um pouco a desejar.

A primeira situação com a qual me deparei foi a falta de Internet para os inscritos, num evento de publicidade na Internet. Quem quisesse utilizar, deveria pagar R$20,00 a hora. Nada mal para quem já havia pago R$650,00 para assistir ao evento. Os coffee-breaks, almoço e cocktail não foram sensacionais mas eu particularmente não estava preocupada com isso. Acho que foi um ambiente muito propício para o networking, revi diversos amigos do Rio de Janeiro e de outras agências, além de conhecidos de outros eventos. O networking foi realmente o ponto mais forte do evento.

Quanto às palestras:

  • O keynote apresentado por Barney Pell, CEO da PowerSet, foi interessante por mostrar um mecanismo de busca 100% baseado em semântica. Sugiro que experimentem a busca, para pensar como os buscadores mais famosos chegarão a um modelo misto num futuro próximo (acredito eu): http://www.powerset.com. Considero o modelo interessante porém pouco comercial. A partir de um modelo baseado na relação semântica entre palavras, o trabalho de SEO ficará ainda mais focado em conteúdo e deveremos pensar mais em microformatos.
  • Search Engine Friendly: Desenvolvendo sites amigáveis aos Sites de Busca
    Fui prestigiar a palestra do meu colega de trabalho, Marcos Peçanha, Gerente da área de SEO da Media Contacts. Sara Holoubek, membro do quadro de diretoria da SEMPO foi uma das speakers e o que era pra ser avançado ficou no básico. Sem querer puxar a sardinha pro lado de cá…a palestra do Marcos foi a mais completa, a única realmente focada em ensinar um pouco de SEO aos participantes.
  • Na palestra “O que há de novo com os algoritmos?” quem mais me impressionou foi Bil Hunt. Esse sabe bastante, mas acabou falando mais do mesmo: ressaltou a importância da relevância de uma página, falou que SEO muitas vezes se resume a títulos, headings e primeiro parágrafo de uma página, mencionou ser importante focar em uma ou duas palavras no título, para não diluir o foco e a parte que mais curti…trabalhar links com social media, de maneira legítima.

Não posso comentar sobre outras palestras porque não estava presente em tempo integral nas outras. Farei um post separado sobre o painel em que participei, que procurou entender o comportamento de jovens quanto ao uso de buscadores e redes sociais. O post sobre o painel em que participei pode ser encontrado aqui: https://www.tahianadegmont.com/jovens-redes-sociais-e-buscadores/

Em termos gerais acho que o evento foi bom. Trazer o SMX para o Brasil era algo que vinha sido tentado há algum tempo e que não é simples. Existe uma marca por trás e essa marca é cara. Existe toda a estruturação do evento, participação dos envolvidos, palestrantes internacionais, organização, gerenciamento e logística. Acho que faltou sim um entendimento melhor por parte dos organizadores internacionais quanto ao nível de conhecimento dos Brasileiros, talvez por uma falha de briefing recebido por parte da organização nacional. Somos um mercado emergente em termos de investimento mas muito qualificado em termos de conhecimento e as palestras poderiam ter tido um tom mais avançado.

Com certeza o SMX São Paulo 2008 foi o primeiro de outros bons eventos que virão e que vão cada vez mais serem melhorados. Há sempre um risco em ser o primeiro e na minha opinião, o balanço final foi bastante positivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.